quarta-feira, março 23, 2005

cana neles!

semana passada o governo de são paulo reduziu o grau de exigências ambientais para implantação ou ampliação de destilarias e usinas de cana-de-açúcar.
usinas de médio porte (moagem de até 1,5 milhão toneladas/ano) não precisam mais apresentar o eia-rima (estudo de impacto ambiental e relatório de impacto ambiental). agora basta entregar um rap (relatório ambiental preliminar), o qual dispensa a realização de audiências públicas e tem menos informações.
as relações cana-de-açúcar & geraldo alckmin são antigas. em 2002, usineiros e plantadores bancaram parte dos custos de um showmício do tucano. ainda neste ano, a assembléia legislativa prorrogou o fim das queimadas nas lavouras de cana só para 2021.
moro na região de ribeirão preto e tenho rinite, portanto faço parte do aumento de problemas respiratórios na época da queima. os postos de saúde recebem muito mais crianças para nebulizações. e, claro, as donas-de-casa passam as manhãs lavando os quintais sujos de fuligem preta.
é o agronegócio, fonte de muito dinheiro. e por isso, desequilíbrios também.