quarta-feira, abril 20, 2005

macaquitos

veio da guerra do paraguai, no século 19, nosso vulgo de “macaquitos”. guerra violenta e covarde, situação perfeita para aparecer o ódio e o preconceito.
alguns batalhões de soldados brasileiros eram formados quase que exclusivamente por negros escravos. logo nossos “aliados” argentinos passaram a chamar os brasileiros de macaquitos.
pelo que sei também é curiosa a relação da sociedade argentina com os negros. de fato, hoje em dia chamar alguém de “el negro” por lá não tem sempre um sentido tão ofensivo. a argentina é um país com poucos negros, portanto alguém moreno, com a pele ou o cabelo um pouco escuro, já é chamado de negro. isso acontece até com gente famosa, como jogadores de futebol, cantores e políticos, vide o ex-presidente eduardo duhalde.
porém, esse sentido ameno e por vezes carinhoso só vale para os nativos das cidades. os índios, por exemplo, são chamados no nosso vizinho de “negros” com uma acepção pejorativa, o mesmo vale para imigrantes bolivianos, paraguaios e, claro, os brasileiros.
lá como cá, o preconceito parece ser algo mascarado, mas que obviamente tenta excluir aqueles de classes sociais economicamente inferiores ou, de modo talvez mais forte na argentina, os estrangeiros pobres.

teatro